sábado, 15 de setembro de 2018

Palácio Da Pena| Travel Log

Olá pessoas!
No início da semana passada tive a oportunidade de visitar (ou revisitar) o Palácio da Pena em Sintra e os seus terraços, e quis partilhar esta minha visita no blog. Visto que tirei cerca de 200 fotografias neste dia, não podia deixar que estas fossem desperdiçadas, haha.


Quando referi que revisitei o Palácio da Pena, referia-me a uma visita de estudo que realizei ainda na escola primária, o ano ao certo não me recordo, mas sei que a visita serviu para nos elucidar do local onde se passa uma das histórias da saga “Uma Aventura”, que estávamos a ler na altura em turma. Era uma coleção de livros que cresceu imenso na prateleira de livros da minha infância, assim como provavelmente aconteceu na de muitos de vocês. 
Tinha vagas memórias desta visita, lembrava-me das cores vibrantes do palácio e dos seus muros, do Pórtico do Tritão (caso não saibam, este tritão não se refere ao réptil, mas sim ao monstro mitológico meio peixe, meio homem. Mais adiante no post vão poder ver uma foto dele) e pouco mais. Sabia que tinha adorado e que durante estes anos todos, sempre tive a vontade de revisitar o palácio, apenas com essa memória.
Definitivamente não me recordava das curvas e contra curvas da estrada até ao palácio. Felizmente é nos permitido levar o carro e não temos que escalar toda a serra a pé, mas mesmo de carro revelou-se ser um caminho complicado, digo isto enquanto estava no lugar do pendura e sem qualquer experiência como condutora. Embora também houvesse os corajosos e aventureiros que subiam grande parte da serra a pé. Por mais que os admire, não era capaz de fazer o mesmo, admito.
A espera na fila não foi absurda, mas isso deve-se ao facto de ter ido a um dia de semana, e o preço dos bilhetes podia realmente ser muito pior, embora também não tenham sido baratos. 7,50€ por cada adulto e apenas se tem acesso aos jardins e ao terraço, para acesso ao interior do palácio, o preço sobe para o dobro. É aí que eu penso que o preço ultrapassa os limites do aceitável. Fica mais económico apenas dar um passeio pelos jardins (que são se estendem por quilómetros, eu própria não visitei nem metade) e pelos terraços, que são, e arrisco-me a afirmar isto sem nunca ter visitado o interior do palácio, o sítio mais bonito da zona.
Eu sou fascinada por edifícios com cores berrantes, daí eu também adorar a zona ribeirinha do Porto, e as fotos não fazem justiça às cores vivas dos terraços. Passados já tantos séculos as cores continuam presentes e eu questiono-me como. Não sei se é feita alguma manutenção ao palácio, sou ignorante nesse aspeto, mas penso que não, pelo simples facto de haver muitos muros com bolor.
A arquitetura do edifício é bastante simples, não é tão detalhada como, por exemplo, o Mosteiro da Batalha, mas isto é também comparar dois estilos de arquitetura e dois séculos de história completamente distintos. O que quero transmitir é que, apesar de uma arquitetura simples, não tira nada à beleza deste palácio. Já para não falar das paredes feitas inteiramente de azulejos, uma das maiores atrações de Sintra, e das paisagens fantásticas que se estendiam por quilómetros. Das varandas era capaz ver Lisboa quase por inteiro. É uma afirmação muito subjetiva aos meus gostos pessoais, talvez alguém desse lado não ache este local nada de especial, mas para mim, é dos sítios mais bonitos de Portugal e dos locais que mais adorei visitar desde que me lembro.
Outra apontamento curioso foi a paz e sossego que ali se sente. Pode ser do facto de estarmos rodeados de natureza e no topo da serra, mas mesmo com tanto turista em meu redor, era um ambiente calmo, em vez de barulhento e com demasiadas pessoas para se poder sequer respirar como é de esperar quando se visita estes pontos turísticos.
Foi um passeio que eu adorei e definitivamente quero repetir nos próximos anos, espero eu não ter que esperar outros 7 ou 8 anos para voltar, haha. Tenho planos para voltar mais brevemente do que isso. Se nunca visitaram esta beleza nacional, recomendo vivamente, são umas horas bem passadas, tiram-se boas fotografias e ainda fazemos alguma cardio com tanta subida e descida.
Alguma vez visitaram o palácio da pena?
Até à próxima!

18 comentários:

  1. Respostas
    1. Vale imenso a pena pela cultura e pelas fotos haha. :b
      Beijinhos

      Eliminar
  2. É um dos lugares que mais quero visitar. Sou fascinada pela sua arquitetura, pelas cores e por todo o ser ar mágico *-*
    Os preços é que, de facto, desmotivam um pouco

    r: A envolvência é fantástica :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo com o preço, acho que vale imenso a pena visitar. É simplesmente fascinante ver toda a arquitetura e imaginar as pessoas da realeza a passear pelos jardins há uns bons séculos atrás. Eu definitivamente que vou voltar brevemente!
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Adorei as fotos. O Palácio da Pena parece saída de um conto de fadas. Adoro visitá-lo. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É dos meus sítios preferidos do país. Estou mesmo apaixonada por este palácio haha.
      Obrigada!
      Beijinhos

      Eliminar
  4. obrigada pelo comentário <3
    esse palácio é tão lindo :D

    www.pinkie-love.com

    ResponderEliminar
  5. Adorei o post e as fotografias querida :D
    Beijinho *

    https://w-m-mind.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  6. Que lugar lindo <3 Adoro revisitar lugares que já fui quando criança, a gente tem outra visão.
    Amei as fotos flooor
    Bjos


    http://cariocadointerior.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não só outra visão, como provavelmente temos mais conhecimento sobre o lugar em si. É uma experiência completamente diferente.
      Fico feliz que tenhas gostado!
      Beijinhos

      Eliminar
  7. Já há muito tempo que não vou, tenho que fazer uma visita. Adorei as fotos.
    Beijinhos! http://meublog.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vale sempre a pena revisitar, sem dúvida.
      Ainda bem que gostaste!
      Beijinhos

      Eliminar
  8. opá, tão lindoooo!! eu vejo sempre o palácio da pena ao longe - seja na praia, seja na estrada - e tenho sempre vontade de ir lá mas nunca chega a oportunidade :( e quanto ao preço dos bilhetes subir para o dobro para entrar: claro que pode ser uma estratégia para ganharem mais dinheiro porque, especialmente, os estrangeiros vão querer visitar o interior, mas também pode ter a ver - e descobri isto há pouco tempo - com a preservação do edifício - porque, com a quantidade de pessoas que lá vão, as coisas acabam por ficar "gastas" muito mais rapidamente porque as pessoas andam no chão, tocam nas coisas, etc. e assim acaba por entrar menos gente! :/ claro que podiam fazer um limite de pessoas a entrar por dia e pronto mas, apesar de tudo, devem acabar por ganhar mais dinheiro assim...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando tiveres a oportunidade recomendo imenso! Vale imenso a pena, especialmente se conseguires ir num dia de semana.
      Eu apenas visitei os jardins e os terraços, por isso não tenho noção do estado do interior do palácio, mas pelo menos por fora estava bastante sujo, não me refiro a lama ou terra no chão dos terraços, mas a bolor nas paredes dos edifícios. Quando pagamos para visitar estes espaços históricos para depois ver estas condições torna-se um pouco frustrante.
      No entanto, continua a ser um sítio a visitar pelo seu valor cultural.
      Beijinhos

      Eliminar